sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Cordão de luz com flores artificiais

Gente, eu sempre adorei decoração, então, quando vi o post da Fran do blog Lá de Casa fiquei muito entusiasmada para fazer também. É um lindo cordão de luz com flores artificiais (que você acha nas lojas muito caro). Então, agora você pode fazer o seu. Veja como é fácil.

Texto da Fran:  
Hoje vocês estão convidados a me acompanhar em um passo a passo super, super simples! Vou mostrar como fazer um cordão de luz com flores artificiais! Não é nenhuma descoberta da roda, mas eu queria muito colocar um desses no quarto da minha sobrinha (aliás, já mostrei uns pedacinhos dele lá no insta do blog. Se você não acompanha ainda, taí um lembrete e convite para seguir o perfil!)
Enfim, o resultado é esse cordãozinho meio mimoso, meio kitsch, que eu adorei!

Agora venha ver nas fotos abaixo os detalhes do passo a passo, que eu explico em seguida:

1. Você precisará de um cordão de luz e de flores artificiais na cor de sua preferência
2. Corte as flores na sua base, usando uma tesoura ou alicate
3. Desmonte a flor em pétalas
4 e 5. Agora vá encaixando uma por uma na lampadinha
6. Antes de colocar a última pétala, passe uma cola (cola universal ou cola quente) na pétala, junto à lâmpada
7. Em seguida, coloque a última pétala. Assim, ela vai grudar na de baixo e na lâmpada, deixando tudo bem fixadinho
8. Por último, use algumas das folhas verdes e cole entre as pétalas.
Está pronto o seu cordão de luz! Nesse caso, o da Giulia… hehehe…
 Se você gostou também, deixe seu comentário. Pode deixar também dicas do que vocês gostariam de ver aqui no nosso blog. Até mais!

Desenvolva nos pequenos o gosto pela arte

 
 Que tal introduzir desde cedo o apreço a obras de artes nas crianças? É uma boa maneira de introduzir conceitos, como concreto e abstrato, de uma forma bem divertida. De acordo com a professora da rede pública de São Bernardo do Campo, Janaína Spolidorio, Wassily Kandinsky é um artista russo interessante para ser trabalhado com os pequenos, pois sua arte consegue ser transmitida com perfeição à faixa etária da Educação Infantil. “Embora algumas de suas obras sejam com traçados mais complexos, há obras abstratas bastante interessantes devido às suas características”, conta Janaína.


Guia Prático do Professor – Educação Infantil Ed. 108
Fotos: Itaci Batista/Fernando Santos | Adaptação web Caroline Svitras

Aprenda a fazer tinta com terra

 
Você sabia que o solo, a terra que podemos pegar nas mãos um dia já foram rocha? E como temos diversos tipos de rocha também temos diversos tipos de solo, que além dos minérios é formado pela matéria orgânica depositada nesse solo por milhões de anos.
Para uma rocha se transformar em solo ela sofre um processo chamado de intemperismo, onde a chuva, sol, ventos, vão desgastando-a até ela tornar-se menores, e menores, e menores.
Pensando nisso, o professor, ao fazer a tinta de solo pode trabalhar esse conceito do intemperismo e mostrar as diferenças das rochas e no tipo de solos que encontramos, o que muda até a cor delas e, consequentemente da tinta que será criada.

Guia Prático do Professor – Educação Infantil Ed. 152
Fotos: Carlos Ricon | Adaptação web Caroline Svitras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...